Sou Enfermagem

  • A Depressão em Profissionais de Enfermagem Pode Gerar Suicídio, diz estudo. (3) (1).jpg
  • A Depressão em Profissionais de Enfermagem Pode Gerar Suicídio, diz estudo. (2) (1).jpg

Sou enfermeiro, disse o policial que participou em parto de emergência

Dois policiais militares realizaram o parto de uma mulher em um carro na manhã desta quarta-feira, 29, na cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia. 

A mãe Poliane César Borges, de 25 anos, e o bebê, que ganhou o nome de Heitor, foram levados para o Hospital Luís Eduardo Magalhães. Eles passam bem.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o caso aconteceu depois que a guarnição da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) recebeu um chamado de emergência, por volta das 5h30.

O bebê Heitor nasceu cerca de poucos minutos (cinco minutos) após a chegada dos dois soldados. O policial Dias também é enfermeiro com especialização em urgência e emergência e o policial Uarlei. 

A mãe Poliane mora no Distrito do Santo André Santa Cruz Cabrália, e após o parto ela e o filho foram levados na viatura para o hospital mais próximo, onde receberam atendimento médico necessário e emergencial.

"Fazer esse parto foi uma sensação única. Sou enfermeiro e já tinha participado de cesarianas, mas essa foi a primeira vez que acompanhei um parto normal e, ainda por cima, em via pública. Meu colega de farda e eu ficamos muito emocionados, ainda mais porque o bebê nasceu saudável e os dois (mãe e filho) passam bem. Foi gratificante terminar um turno de 12 horas desta maneira", declarou o policial de 43 anos, que integra a corporação há 15 anos.





Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 29/08/2018

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi