Sou Enfermagem

Segredos da Enfermagem

Segredos da Enfermagem

Segredos da EnfermagemEu ouvi dizer que os profissionais de enfermagem têm muitos segredos escondidos sobre os seus pacientes e os seus acompanhantes, alguns guardados sob sete chaves.

O meu primeiro pensamento de que um profissional de enfermagem não poderia divulgar informações para aqueles que ela cuidou, parecia ridícula. Mas depois eu pensei bem, talvez isso seja verdade.

Afinal, todo mundo tem segredos, e até mesmo sua enfermeira ou técnica de enfermagem pode estar escondendo algo de você.

O fato é que existem algumas coisas que você não precisa saber ou algumas verdades que você não consegue entender, ou algumas coisas que nós simplesmente nunca conversamos com eles porque nunca tivemos oportunidade.

Eu acho que a enfermagem é uma equipe cheia de segredos. Mas se é certo que dizem que: “a verdade vos libertará”, então aqui estão dez segredos da enfermagem.

 

01 – ESTAMOS EXAUSTOS

A enfermagem nunca vai dizer para você que está cansada. Você pode até dizer: "vejo que seu olhar está cansado", e nós vamos responder honestamente o suficiente, mas vamos fazer a nossa exaustão parecer menos do que ela é.

Você nunca vai saber o quanto de estresse podemos drenar, ou como os anos de plantões seguidos simplesmente nos desgastaram. Porque nós nunca vamos deixar isso transparecer. Você não vai saber que os nossos pés estão doendo, que até aquele momento não nos alimentamos, que estamos loucos para ir ao banheiro e não deu tempo ainda, que queremos beber um pouco de água, que queremos descansar alguns minutos. A nossa exaustão é vencida pela responsabilidade que carregamos e essa responsabilidade vem à tona, à nossa mente, minuto após minuto até terminar o plantão. É uma tensão do começo ao final do plantão.

 

02 – ADMINISTRAR MEDICAMENTO PODE SER FRUSTRANTE

Eu sei que administrar medicamentos é papel dos profissionais de enfermagem. Alguns pacientes podem pensar que isso é tudo o que fazemos. Mas o que você nunca vai saber e que realmente é um processo muito demorado e desafiador para nós profissionais de enfermagem, pois a preparação desses medicamentos gasta muito de nosso tempo e atenção para que nenhum medicamento prescrito falte.

Para nós não basta ir pegar um comprimido, colocá-lo com junto com um copo, e largar satisfeito em sua cabeceira. É muito mais do que isso, mesmo que só leve um segundo para engoli-los, precisamos esperar você ingeri-lo.

A enfermagem olha para todos os medicamentos que são prescritos para você, em seguida, tenha a certeza de que ela sabe para que serve cada medicamento. Ela irá verificar se há contraindicações, possíveis efeitos colaterais e/ou interações com outros medicamentos que se encontra na prescrição médica. Ela vai tomar a decisão de não administrar se tiver encontrado algo errado ou duvidoso.

Se a sua enfermeira ou técnica de enfermagem parece estar demorando um pouco para voltar, talvez seja porque ela teve que correr para a farmácia para buscar um medicamento seu que estava faltando ou foi pedir algum esclarecimento.

Organizar todo o material usado na preparação dos medicamentos não é nada fácil. Verificar as seringas, 1ml, 3 ml, 5 ml, 10ml, 20ml. Verificar as agulhas, álcool, algodão, bandeja etc. E ainda ter a certeza que é o medicamento certo, a dosagem certa, a composição certa e data de validade no prazo.

 

03 – AS VEZES QUEBRAMOS AS REGRAS

Os profissionais de enfermagem estão ao seu lado para defender e cuidar de você por todo o tempo que você estiver hospitalizado e esse profissional de enfermagem não executará nenhuma ordem que achar duvidosa e que avaliará os pós e os contra para que tenha segurança de que cada decisão foi tomada dentro daquilo que é o melhor para você.

Não estou dizendo que os profissionais de enfermagem desobedecem a precisões médicas, estou apenas enfatizando que muitas vezes regras podem são quebradas para a melhor assistência a você, pois os profissionais de enfermagem entendem muito bem até onde vai o seu limite de cuidados.

 

04 – QUANDO ESTAMOS DOENTES

Você pode perceber quando algum profissional de enfermagem não está se sente bem, mas a maioria das vezes esse profissional não vai revelar a você a sua própria saúde. Embora, naturalmente, sua enfermeira vai ficar em casa lutando contra uma doença contagiosa e para a maioria de outras doenças a enfermeira ainda vai aparecer para cuidar de você.

Você não vai saber o quanto a dor crônica da sua enfermeira dura, ou sobre a hérnia de disco em sua coluna, mas se você perguntar a ela, ela dirá: "Eu estou bem”.

Todo mundo sabe que as enfermeiras fazem o melhor pelos pacientes. Então, enquanto nós nos dedicamos exclusivamente em cuidar de você, podemos nos descuidar, e nós raramente vamos deixar transparecer como nos sentimos ruins.



05 – VOCÊ NUNCA SABERÁ QUE O OUTRO PACIENTE FALECEU

Na minha rotina de cuidados sempre estou à sua disposição, a não ser que outro paciente não vai bem. Se você não me ver por um tempo, isso pode indicar que as coisas não estão indo tão bem em outra sala.

Quando eu voltar, talvez visualmente confusa, eu vou pedir desculpas profusamente por ignorá-lo. Abençoarei seu coração por ser tão compreensivo na maior parte do tempo.

Eu nunca vou ser capaz de dizer por que eu não estava disponível por um tempo, mas ocasionalmente é porque o meu outro paciente foi a óbito. Isso não vai mudar a forma como eu me importo com você, exceto para me fazer trabalhar mais para você também.

 

06 – VOCÊ JAMAIS SABERÁ QUE TENHO UM FAMILIAR DOENTE

Trabalhar na enfermagem não nos isenta de ter algum familiar doente. Nós profissionais de enfermagem iremos cuidar de nossos pacientes doentes, mesmo que a doença esteja esperando por nós em casa.

A enfermagem nunca vai deixar de fazer o seu papel por mais exaustivo pode ser a de dar a atenção necessária a uma criança cronicamente doente em casa. Eles, ao contrário, te darão 100% de atenção, enquanto estiver aos seus cuidados, porque esse é o trabalho delas.

Nós sentimos que, enquanto você está aqui e está ficando melhor, que as coisas devem ser sobre você. Então, provavelmente vamos manter nossas relações com a doença longe do trabalho como um assunto privado.

 

07 – SEMELHANÇA FAMILIAR

O profissional de enfermagem esteve ali todos os momentos em que o seu paciente estava internado. Neste período foi criada uma relação íntima entre o profissional de enfermagem e o paciente. Quanto maior for o tempo de internação maior se tornará essa relação.

A gente pode não transparecer mas sofremos as perdas, lamentamos os óbitos, nos entristecemos com as amputações, ficamos perplexos com alguns  casos de traumas e tudo isso ficará cravado em nossa mente e coração e você nunca saberá disso e nunca saberá que durante esse tempo todo sempre nos importamos por você.

 

08 – CHEGO TARDE EM CASA POR ESTÁ COM VOCÊ

Quantas vezes vamos para casa tarde por ficar cuidando de você. Embora uma parte de mim quisesse abraçá-lo e retirar todo o seu sofrimento, no final, eu não posso. Eu apenas posso te dar atenção, carinho e amenizar teu sofrimento de forma humanizada.

Em todos os lugares ao redor do mundo existem os enfermeiros, e eles lutam para os melhores interesses de seus pacientes. Eles irão lutar por você sempre.

Eles irão bater cabeça com os médicos e com outros profissionais de saúde, e apresentar seu caso para o que eles façam o melhor para você. Você provavelmente nunca vai saber, mas o que fazemos. Esse é o nosso trabalho, por isso, não abandonamos você jamais e sempre haverá um profissional de enfermagem perto de você.

 

09 – QUANDO QUASE PERCO VOCÊ

Muitos dos meus colegas podem não usar a palavra medo, ou dizer que uma relação com medo não atinge eles, mas a maioria vai concordar que quando um paciente entra em parada cardíaca toda a equipe reage com medo.

Coração racha, dá um frio no estômago, e apesar da eficiência sólida da equipe, nós nos desesperamos pois precisamos correr contra o tempo. Nós queremos que você volte, e isso nos assusta honestamente, sabemos que você pode não voltar.

Mas você nunca vai saber isso. Não mesmo. Nós vamos te contar o que aconteceu, e honestamente descrever os eventos, mas esse momento de medo vai ter desaparecido por causa da vitória, e ele vai ser propositadamente esquecida em favor de regozijo mútuo.

 

10 – PENSAMOS EM VOCÊ FORA DO HOSPITAL

Eu não tenho certeza se você sabe disso ou não, mas quando sua enfermeira ou técnica de enfermagem deixa seu trabalho elas tomam um pedaço de você com elas. Elas vão querer saber como você está se sentindo, e provavelmente vai chamar o outro turno de plantão para ver como você está reagindo ou o que aconteceu.

Eu muitas vezes digo a um paciente: "Eu estarei orando por você", mas eu me pergunto se eles percebem que eu realmente faço isso. Talvez esse seja o meu pequeno segredo.

Talvez sua enfermeira guarde os segredos, mas algumas coisas são apenas difícil de colocar em palavras. Alguns incidentes são indescritíveis, e outras vezes é apenas melhor não serem ditas.

Eu não quero que você se preocupe. Prometo que vou te dizer tudo o que você precisa saber, esse é o nosso segredo.


Texto de: Brie Gowen
Tradução e adaptações: Sou Enfermagem 

 


Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 14/03/2017

Gostou? Deixe seu comentário.

VOCÊ TAMBÉM PODE FAZER UMA PESQUISA