Sou Enfermagem

A Enfermagem e a inteligência artificial

Autor: Sou Enfermagem Em: 29/05/2019

A Enfermagem e a inteligência artificial

O livro Admirável Mundo Novo do escritor britânico Aldous Huxley (1894-1963), publicado em 1932, previa uma sociedade dominada pelo progresso científico e tecnológico, que chegava ao ponto de subjugar e desumanizar os seres humanos.

O futuro previsto na obra de Huxley não é distante do que estamos vivendo na atualidade, pois desde a época do lançamento da obra, período demarcado pela Segunda Guerra Mundial, a humanidade testemunha feitos históricos causadores de transformações importantes na sociedade, entre essas conquistas, pode-se destacar a invenção da Internet e do computador.

A denominada 4a Revolução Industrial possibilita um avançado desenvolvimento da genética, da inteligência artificial, da robótica e nanotecnologia, da biotecnologia e
da impressão tridimensional (3D), permitindo a integração dessas tecnologias nas dimensões digital, física e biológica.
Robôs e humanoides já ocupam diversos espaços nos setores de saúde, inclusive executam diversas funções de enfermagem, realizam cirurgias e até interagem com
os humanos. A inteligência artificial consegue detectar o câncer, chips são utilizados no diagnóstico e monitoramento de doenças crônicas, e o cérebro humano, em interface com máquinas, consegue auxiliar a reabilitação de indivíduos com lesões medulares.

O avanço tecnológico produz modificações nas interações sociais, pois elas estão sendo intermediadas por dispositivos eletrônicos, suplantando as relações pessoa-pessoa. Nesse sentido, a tecnologia tornou-se parte do processo de comunicação da sociedade, afetando a forma como os indivíduos interagem entre si, encurtando distâncias físicas
por um lado e, por outro, diminuindo a empatia, a conexão e a qualidade da conversa entre as pessoas em decorrência da constante presença do telefone celular e da Internet nos encontros sociais.

Ao considerar o impacto dessas transformações tecnológicas, percebe-se que exigirão adaptação e valorização de habilidades como relacionamento interpessoal e
criatividade, sobretudo dos profissionais de saúde, uma vez que os avanços tecnológicos estão possibilitando a automação de diagnósticos e tratamentos personalizados de
diversas doenças. Esse cenário exige redefinição dos papéis profissionais relacionados à transmissão e comunicação de dados de forma efetiva para os usuários.
Frente à realidade descrita, é pertinente trazer para a Enfermagem na atualidade a provocação feita por Huxley há mais de 80 anos: Qual é o lugar da Enfermagem em
uma sociedade dominada por máquinas e pelo progresso científico? 

Nesse sentido, o “Admirável Mundo Novo” também possibilita a reflexão sobre as estratégias que a humanidade poderia adotar para evitar a própria desumanização, contribuindo para a manutenção da essência do papel da Enfermagem na valorização do ser humano e na prevenção de uma possível extinção dessa categoria na sociedade.

Os crescentes custos com cuidados de saúde em decorrência do envelhecimento da população e da escassez tanto de profissionais quanto de serviços de saúde estimulam
a informatização e a automatização dos sistemas de assistência à saúde para equilibrar sua distribuição. Diante do panorama apresentado e considerando que a Enfermagem é afetada e desafiada em meio a essas transformações, este artigo objetiva discutir o presente e o futuro da Enfermagem em uma sociedade em constante transformação tecnológica.

Esta introdução faz parte do artigo cujo titulo é O presente e o futuro da Enfermagem no Admirável Mundo Novo. Você pode consultar e ler diretamente na fonte.

Referência:

Fernandes MNF, Esteves RB, Teixeira CAB, Gherardi-Donato ECS. The present and the future of Nursing in the Brave New World. Rev Esc Enferm USP.
2018;52:e03356. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1980-220X2017031603356

Cursos Online: Quer melhorar o seu currículo e se destacar no mercado de trabalho? Então clique aqui e faça um curso online conosco



Deixe o seu comentário

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi