Sou Enfermagem

Hipercalcemia

Hipercalcemia é a condição em que o nível de cálcio no sangue é maior do que o normal.Hipercalcemia é a condição em que o nível de cálcio no sangue é maior do que o normal.

Causas

O cálcio é importante para muitas funções corporais, incluindo:

  • Formação dos ossos
  • Liberação de hormônios
  • Contração muscular
  • Função nervosa e cerebral

Hormônio da paratireoide (PTH) e vitamina D ajudam a controlar o equilíbrio do cálcio no corpo. O PTH é produzido pelas glândulas paratireoides - quatro pequenas glândulas localizadas no pescoço atrás da glândula tireoide. A vitamina D é obtida pela exposição da pele à luz solar e de fontes de alimentos, tais como:

  • Gema de ovo
  • Peixes
  • Cereais fortificados
  • Produtos lácteos fortificados

O hiperparatireoidismo primário é a causa mais comum de hipercalcemia. Isso se deve à liberação de PTH em excesso pelas glândulas paratireoides. Esse excesso ocorre devido à dilatação de uma ou mais glândulas paratireoides ou por um crescimento (geralmente não cancerígeno) em uma das glândulas.

Outras condições médicas também podem causar hipercalcemia:

  • Insuficiência da glândula adrenal
  • Uma condição hereditária que afeta a capacidade do corpo de regular o cálcio (hipercalcemia hipocalciúrica familiar)
  • Estar acamado (ou não ser capaz de se mover) por um longo período de tempo
  • Excesso de cálcio na dieta (chamada de síndrome de leite e alcalino, geralmente devido à ingestão de pelo menos 2.000 miligramas de cálcio por dia)
  • Hipertireoidismo
  • Insuficiência renal
  • Medicamentos, como lítio e diuréticos
  • Alguns tumores cancerosos (por exemplo, câncer de pulmão, câncer de mama)
  • Excesso de vitamina D pela dieta ou doenças inflamatórias

A hipercalcemia afeta menos de 1% da população. A capacidade de medir o cálcio no sangue desde os anos 1960 tem melhorado a detecção. Hoje, a condição é diagnosticada em um estágio precoce, portanto, a maioria dos pacientes com hipercalcemia não tem sintomas.

Fatores de risco

Mulheres na faixa dos 50 anos são a população de maior risco de hipercalcemia.

 Sintomas abdominais

  • Constipação
  • Náusea
  • Dor
  • Falta de apetite
  • Vômitos

Sintomas renais

  • Dor no flanco
  • Sede frequente
  • Micção frequente

Sintomas musculares

  • Contrações musculares
  • Fraqueza

Sintomas psicológicos

  • Apatia
  • Demência
  • Depressão
  • Irritabilidade
  • Perda de memória

Sintomas esqueléticos

  • Dor nos ossos
  • Arqueamento dos ombros
  • Fraturas devido a doença (fraturas patológicas)
  • Perda de altura
  • Curvatura da coluna espinhal 

Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 14/03/2017

Gostou? Deixe seu comentário.

VOCÊ TAMBÉM PODE FAZER UMA PESQUISA