Sou Enfermagem

Escoriação

escoriaçãoSão lesões simples da camada superficial da pele ou mucosas, apresentando solução de continuidade do tecido, sem perda ou destruição do mesmo, com sangramento discreto, mas costumam ser, extremamente dolorosas. Não representam risco à vítima quando isoladas. 

Geralmente são causadas por instrumento cortante ou contundente. Estes tipos de ferimentos  também são chamados de escoriações, esfoliaduras ou arranhões, podem complicar se não forem tratados adequadamente. 

Para atender a estes tipos de ferimentos deve-se fazer uma assepsia pessoal, lavando as mãos com água e sabão, que é a medida profilática mais simples e que pode ser executada praticamente em qualquer ambiente. O ideal para estes casos é lavar o ferimento com bastante água limpa e sabão.

Se a área atingida for grande, cobrir com gaze ou curativo  improvisado, deixando sempre espaço para ventilação. Se for necessário, enquanto não se entrega o acidentado a cuidados especializados, é conveniente trocar este curativo uma vez por dia, pelo menos. O objetivo é mantê-lo sempre limpo e seco. 

Qualquer manipulação de ferimento deve ser sempre precedida de anti-sepsia de quem estiver socorrendo. Não se aplicam medicamentos sobre os ferimentos. O uso de medicamentos tópicos é restrito ao pessoal médico ou sob sua prescrição autorizada. 

A mesma observação é válida para o uso de antibióticos ou de qualquer outra substância por via oral. (FIOCRUZ, 2003)

Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 14/03/2017

Gostou? Deixe seu comentário.

VOCÊ TAMBÉM PODE FAZER UMA PESQUISA