Sou Enfermagem

Disatria

Disatria

A disartria é um distúrbio de fala motor resultante da lesão neurológica do componente motor do sistema motor-fonatório e caracteriza-se por má articulação dos fonemas. 

Em outras palavras, é uma condição na qual os problemas efetivamente ocorrem com os músculos que ajudam a produzir a fala, muitas vezes tornando muito difícil pronunciar palavras. 

Não está relacionado a problemas com a compreensão da linguagem (isto é, afasia), embora uma pessoa possa ter ambos. Qualquer um dos subsistemas de fala (respiração, fonação, ressonância, prosódia e articulação) pode ser afetado, levando a prejuízos na inteligibilidade, audibilidade, naturalidade e eficiência da comunicação vocal.  A disartria que progrediu para uma perda total da fala é denominada anartria.

A lesão neurológica devida a danos no sistema nervoso central ou periférico pode resultar em fraqueza, paralisia ou falta de coordenação do sistema de fala motora, produzindo disartria. Estes efeitos, por sua vez, impedem o controle da língua, garganta, lábios ou pulmões; por exemplo, problemas de deglutição (disfagia) também estão freqüentemente presentes em pessoas com disartria.

A disartria não inclui distúrbios da fala decorrentes de anormalidades estruturais, como a fenda palatina, e não deve ser confundida com a apraxia da fala, que se refere a problemas no aspecto de planejamento e programação do sistema motor-fonográfico. Assim como o termo "articulação" pode significar "fala" ou "movimento articular", o mesmo acontece com a forma combinada de artrose, a mesma nos termos "disartria", "disartrose" e "artropatia"; o termo "disartria" é convencionalmente reservado para o problema da fala e não é usado para se referir a artropatia, enquanto "disartrose" tem ambos os sentidos, mas geralmente se refere à artropatia.

Os nervos cranianos que controlam os músculos relevantes à disartria incluem o ramo motor do nervo trigêmeo (V), o nervo facial (VII), o nervo glossofaríngeo (IX), o nervo vago (X) e o nervo hipoglosso (XII). O termo é do Novo Latino, dis- "disfuncional, deficiente" e artr- "articular, articulação vocal")




Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 27/07/2018

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi