Sou Enfermagem

VOCÊ SENTE DOR NOS PÉS AO CAMINHAR? PODE SER FASCITE PLANTAR

VOCÊ SENTE DOR NOS PÉS AO CAMINHAR? PODE SER FASCITE PLANTAR

É muito comum ouvir alguém dizer que tem dores nos pés ou até mesmo que sente umas dores fortes no calcanhar. 

A fascite plantar ou fasceíte plantar é a inflamação da fáscia plantar. A fáscia plantar é uma banda espessa de tecido fibroso que se estende desde o osso do calcanhar até aos dedos dos pés. Esta banda está recoberta de gordura para absorver choques e suportar a arcada plantar.  Este fenômeno ocorre sempre que existe uma elevada tensão ou um uso excessivo da fáscia plantar, o que acaba por provocar dores, rigidez, formigueiro e até mesmo dificuldades ao caminhar. Essa inflamação (fáscia plantar) fica localizada na sola do pé e que conecta o calcâneo (osso que forma o calcanhar) aos dedos.

Embora as causas de fascite plantar não sejam completamente conhecidas, há alguns fatores de risco que podem desencadear essa inflamação; Obesidade (excesso de peso); Atividade desportiva em carga (correr, saltar, ballet e dançar), ou quando as pessoas permanecem por largos períodos de tempo de pé; Idade; Pé cavo, pé plano; Diminuição da dorsiflexão do tornozelo; Retração dos músculos gastrocnémio-solear e isquiotibiais; entre outros.

Calçado adequado

Para que sofre dessa patologia, recomenda-se o uso de calçados com sola que permita amortecer os choques, por norma, solas maleáveis que possibilitem uma melhor absorção dos impactos com o solo. Devendo sempre evitar o uso de sapatos ou ténis que possuam uma sola rígida. Evitar andar descalço, principalmente durante a manhã.

Diagnóstico

Sempre que você sentir, de forma contínua, na planta dos pês, procure a ajuda de um especialista - como um podologista ou ortopedista- para proceder com o diagnóstico correto.

O diagnóstico é feito pelo especialista com base na história clínica e em alguns casos, alguns exames serão necessários, como:

Radiografia (RX) do pé

Pode ser útil para confirmar o diagnóstico, se realizado em carga permite excluir outras patologias (degenerativas).

Ressonância magnética (RMN)

É raramente usada no diagnóstico, no entanto, este exame pode ser importante para excluir outras patologias (fratura de stress do calcâneo). A RMN é um exame que, em caso de necessidade, pode ser usada para realizar o planeamento cirúrgico.

Cintigrafia óssea

É um exame que permite ajudar a quantificar a inflamação. Pode ser realizada para excluir outras patologias (ex. fratura de stress do calcâneo).

Estudo analítico

Embora não seja usado por rotina, pode ser útil para excluir outras patologias (artrite inflamatória, infeção, etc.).

Eletromiografia

A eletromiografia pode ser usada para excluir compressões nervosas.

TRATAMENTO

A fascite plantar é uma doença que evolui na maioria dos casos, mas cerca de 90% dos doentes melhoram significativamente nos primeiros dois meses de tratamento. Mas, pode demorar algum tempo até aos sintomas desaparecerem de forma definitiva, em alguns casos até um ano. Infelizmente em alguns casos a dor pode tornar-se crónica, principalmente se não forem adotadas as medidas adequadas de tratamento Não havendo a prevenção, esse problema pode dar origem a complicações como problemas nos seus pés, joelhos, quadril e até mesmo na coluna vertebral. Após identificado o problema de fascite plantar, algumas das opções de tratamento mais usados são:

Laserterapia;

Ortopodologia;

Fisioterapia;

E em alguns casos raros, a Cirurgia.

CONSELHO PARA QUEM SOFRE

Mantenha o seu peso dentro dos valores normais, através da adoção de um estilo de vida saudável, tanto a nível alimentar como na atividade física;

Pegue leve e modere a intensidade de alguns exercícios físicos ou esforços no trabalho, de modo a não prejudicar a saúde dos seus pés;

Na presença de dor ou mesmo antes de iniciar qualquer atividade física de forma regular, consulte um podologista ou ortopedista, para ter conhecimento acerca do seu tipo de pé e para conhecer o calçado mais apropriado.




Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 29/08/2018

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi