Sou Enfermagem

O que é faz o Socorrista?

O que é faz o Socorrista?

Uma profissão de grande importância em todo país e, sem dúvidas, de grande destaque no Brasil, pois o serviço que é feito conta com uma equipe de médicos, enfermeiros, motoristas e, principalmente socorristas. 

Socorrista é o profissional que atua no atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência e, quando necessário, transporta o paciente com segurança e com acompanhamento profissional até a unidade de saúde mais adequada e no menor tempo possível.

11 de Julho comemora-se o  Dia do Socorrista. 

Funcionando 24 por dia, sete dias por semana, o Resgate de Urgência e Emergência dispõe de acionamento fácil e gratuito pelo número nacional telefônico de urgências médicas, o 192. Através do primeiro contato, o primeiro passo é confirmar a solicitação e imediatamente uma equipe é enviada ao local para prestar os primeiros socorros às vítimas que necessitam de algum cuidado médico. Após esse primeiro atendimento, o paciente é encaminhado a um hospital ou Centro de Emergência, dependendo da gravidade.


SAMU

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192) é um programa que tem como finalidade prestar o socorro à população em casos de emergência. Com o Samu/192, o Governo Federal está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.

O SAMU realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro é feito após chamada gratuita, feita para o telefone 192. A ligação é atendida por técnicos na Central de Regulação que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.

Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. Com poder de autoridade sanitária, o médico regulador comunica a urgência ou emergência aos hospitais públicos e, dessa maneira, reserva leitos para que o atendimento de urgência tenha continuidade.

A partir dessa atuação, o SAMU tem um forte potencial para corrigir uma das maiores queixas dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que é a lentidão no momento do atendimento. Historicamente, o nível de resposta à urgência e emergência tem sido insuficiente, provocando a superlotação das portas dos hospitais e pronto-socorro, mesmo quando a doença ou quadro clínico não é característica de um atendimento de emergência. Essa realidade contribui para que hospitais e pronto-socorro não consigam oferecer um atendimento de qualidade e mais humanizado.

O SAMU 192 é o principal componente da Política Nacional de Atenção às Urgências, criada em 2003, que tem como finalidade proteger a vida das pessoas e garantir a qualidade no atendimento no SUS. A política tem como foco cinco grandes ações:


=> Organizar o atendimento de urgência nos pronto-atendimentos, unidades básicas de saúde e nas equipes do Programa Saúde da Família;

=> Estruturar o atendimento pré-hospitalar móvel (SAMU 192);

=> Reorganizar as grandes urgências e os pronto-socorro em hospitais;

=> Criar a retaguarda hospitalar para os atendidos nas urgências;

=> Estruturar o atendimento pós-hospitalar.


OS 10 MANDAMENTOS DO SOCORRISTA (Aparecido da Cruz)        

1 ) Mantenha Calma.

2) Tenha em mente a seguinte ordem de segurança quando você estiver prestando socorro:

1A - Primeiro EU (o socorrista)

1B - Depois minha equipe (e transeuntes)

1C - E por ultimo a vítima

Intuito chave: Não gerar novas vítimas.


3) Ao prestar socorro, é fundamental ligar (ou pedir para)ao serviço especializado de imediato. Podemos por exemplo discar:

192- Emergências Médico – Clinicas/ Atropelamentos  e  emergências labor residenciais.

193 – Bombeiros – Emergências cujas dimensões exigem equipamentos específicos. Ex. Desenclausuramento= Lucas

4) Sempre verifique se há riscos no local, para você sua equipe, antes de agir na emergência.

5) Mantenha o bom senso.

6) Mantenha o espírito de liderança, pedindo ajuda e afastando os curiosos.

7) Distribua tarefas, assim os transeuntes que poderiam atrapalhar lhe ajudarão e se sentirão mais úteis.

8) Evite manobras intempestivas - Imprudentes, com pressa.

9) Em caso de múltiplas vítimas dê preferência àquelas que correm maiores riscos de morte como, por exemplo, vítimas em parada cárdio respiratória ou com fortes hemorragias.

10) Seja socorrista e não herói – Respeite suas limitações


Principais Diretrizes e Protocolos de Primeiros Socorros

. National Safety Council

. Wilderness Medical Society

. American College of Sports Medicine

. American Heart Association

. American College of Emergency Physicians


#Socorro #Socorrista #Emergência #SouEnfermagem




Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 11/07/2018

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi