Sou Enfermagem

Fimose


Autor: Sou Enfermagem | Publicado em: 13/04/2015

Fimose

Dá-se o nome de fimose quando o prepúcio (pele do pénis) não se retrai por completo na zona que faz a envolvência da cabeça do pénis.

Esta condição impossibilita que o pénis fique ereto, ficando flácido. Existem diversos graus de fimose e por conseguinte também existem tratamentos específicos para cada caso. Em bebés a fimose surge quando a pele fica “colada" no epitélio da glande, provocando normalmente dor associada a obstrução urinária. Em jovens e adultos podem ocorrer vários graus de fimose, havendo situações em que não se consegue retrair o prepúcio, podendo mesmo não ser possível fazê-lo com o pénis flácido. 

Causas da Fimose

A fimose pode ter variadas causas nas crianças e bebés, como por exemplo a inflamação da glande provocada pelo esforço excessivo e desadequado para retrair a pele. A fimose pode ser patológica ou fisiológica, tornando-se difícil distingui-las. Em jovens e adultos quando não existiu circuncisão a causa da fimose deverá ter causas patológicas, causando maiores problemas, já que neste caso ocorre dor durante o ato sexual e dores ao urinar. 

Tratamento da Fimose

A fimose em crianças e bebés é normalmente fisiológica pelo que apenas se promove tratamento quando ocorram problemas de obstrução urinária ou desconforto ao urinar. Embora se possam implementar tratamentos não cirúrgicos, as cirurgias normalmente tornam-se mais eficientes. A fimose fisiológica muitas vezes desaparece com o  tempo. O tratamento não cirúrgico é efetuado através de pomada esteroide durante 4 a 6 semanas. Pode ainda promover-se o corte de um segmento de pele, ou adotar-se tratamento através da circuncisão (remoção completa da pele). 

Como tirar a Fimose

Através da cirurgia pode retirar-se a fimose, pelo que a circuncisão é a prática mais utilizada pelos especialistas. Normalmente não ocorrem complicações depois da retirada da fimose, associadas à circuncisão. Para além de esta ser uma alternativa eficaz, o período de recuperação é rápido, e os sintomas de dor após a sua realização é limitada. Embora existam muitas pessoas que pensam ser desnecessário recorrer à cirurgia para retirada da fimose, esta é na verdade a prática mais eficiente. 

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi