Sou Enfermagem

Enfermeiras que serviram nas Guerras Mundiais são lembradas com escultura

Enfermeiras que serviram nas Guerras Mundiais são lembradas com escultura

Enfermeiros que serviram nas duas Guerras Mundiais serão lembrados com uma nova escultura no National Memorial Arboretum no Reino Unido.

O memorial leva os nomes de quase 1.300 enfermeiros profissionais e voluntários do Despedimento de Auxílio (VAD) que morreram durante ou como resultado direto do conflito.

Este evento foi o resultado de mais de seis anos de campanha pelo Nursing Memorial Appeal, que tem captado recursos para um monumento permanente desde 2011.

A condessa de Wessex participou da cerimônia especial de dedicação.

A Condessa de Wessex, Coronel do Corpo de Enfermaria do Exército Real da Rainha Alexandra também é Patrona Real do Apelo do Memorial da Enfermagem.


Ethel Lote, foi uma das ex-enfermeiras que participaram do serviço.
A mulher de 97 anos era apenas uma adolescente quando começou a trabalhar como enfermeira no Hospital Militar de Burntwood durante a Segunda Guerra Mundial.
O primeiro comboio de soldados evacuados de Dunquerque foi levado para o hospital onde ela estava treinando.



Nós fomos os primeiros hospitais a pegá-los. Algumas ficaram muito gravemente feridas ", explica.

"Havia todo tipo de ferimentos e queimaduras.

 Muitos deles haviam sido queimados 

e estavam cobertos com lama, 

sangue e areia das praias."


Ethel continuou a trabalhar em enfermagem depois da guerra e não se aposentou totalmente até os 90 anos.
Enfermeiras como ela vieram de todo o mundo para servir como Voluntárias e agora estão homenageando aqueles que doaram suas vidas neste trabalho.


Barbara Hallows, Presidente do Recurso de Memorial de Enfermagem, explicou à Forces News o conceito por trás do memorial:

"Nós pensamos que deveríamos ter a mão de uma 

enfermeira - e naquela época eram mãos de mulheres - segurando um mundo, 

no qual poderíamos colocar seus nomes em torno das terras em que

 trabalhavam, lembrando-nos de quantos morreram 

nas duas Guerras mundiais."


Uma nova iniciativa que financiará bolsas e bolsas de pesquisa para estudantes que trabalham no campo da enfermagem humanitária e de conflitos também foi anunciada durante o serviço.

Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 08/07/2018

Gostou? Deixe seu comentário.