Sou Enfermagem

Além de ser inimigo da natureza o plástico também é inimigo da sua saúde

Autor: Sou Enfermagem Em: 19/06/2019

Além de ser inimigo da natureza o plástico também é inimigo da sua saúde

Muitas pessoas não sabem e elas precisam ser avisadas de que além de ser um inimigo do verde o plástico é também um grande inimigo da saúde pública.

Bisfenol A, ou BPA, é um bloco de substância química presente em resinas e alguns tipos de plástico como copos descartáveis, embalagens de comida, garrafas de água e refrigerante e em mamadeiras de bebê. É o que é conhecido como um composto de desregulação endócrina. No corpo, esses produtos químicos podem agir como hormônios ou interromper as funções hormonais normais

"O que é perturbador nisso é que os hormônios regulam quase tudo em nossos corpos", diz Johanna Rochester, cientista sênior da organização sem fins lucrativos The Endocrine Disruption Exchange, que não esteve envolvida no trabalho. No caso do BPA, as preocupações envolvem seus efeitos de imitação de estrogênio.

Pesquisas comprovaram que ele pode ser encontrado nos corpos de mais de 90% da população e existem evidências de que essa contaminação por bisfenol tenha relação com danos à saúde como desordens reprodutivas e hormonais, obesidade, problemas no desenvolvimento cerebral, câncer de mama e próstata.

Em estudos com ratas grávidas e seus filhotes recém-nascidos expostos ao bisfenol, foi observado aumento de obesidade e mudanças no comportamento como hiperatividade, aumento da agressividade, medo, problemas de aprendizagem e alteração do comportamento sócio-sexual.

Estudos em humanos relacionam a contaminação por bisfenol a doenças cardiovasculares e diabetes.

Use produtos livres de Bisfenol A (BPA)

Os fabricantes estão criando mais e mais produtos livres de BPA. Procure produtos rotulados como livres de BPA. Se um produto não estiver rotulado, lembre-se de que alguns, mas não todos, os plásticos marcados com códigos de reciclagem 3 ou 7 podem ser feitos com o BPA.
Recorte as latas. Reduza o uso de alimentos enlatados, pois a maioria das latas é revestida com resina contendo BPA.
Evite calor. O Instituto Nacional de Ciências da Saúde Ambiental, parte dos Institutos Nacionais de Saúde, adverte contra plásticos de policarbonato no microondas ou colocá-los na máquina de lavar louça, porque o plástico pode quebrar ao longo do tempo e permitir que o BPA lixiviar alimentos.
Use alternativas. Use recipientes de vidro, porcelana ou aço inoxidável para alimentos e líquidos quentes em vez de recipientes de plástico.

Com uma exposição tão onipresente, pode-se esperar que vários problemas já afligem os humanos. E talvez essa falta de qualquer efeito definitivo incomoda os céticos.

Dicas para reduzir a exposição aos Bisfenol A

- Não esquente no micro-ondas
- Evite o freezer
- Evite pratos, copos e outros utensílios de plástico
- Evite utensílios quebrados ou amassados
- Evite alimentos industrializados e muito processados
- Descarte o plástico corretamente

Projetos de lei visam estimular uso de plástico reciclável

No Senado, o trabalho pelo fim das sacolas plásticas está presente em duas propostas em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ): os Projetos de Lei do Senado (PLSs) 322/2011 e 439/2012, porém os projetos encontram-se no momento arquivados.

Cursos Online: Quer melhorar o seu currículo e se destacar no mercado de trabalho? Então clique aqui e faça um curso online conosco

Conteúdo Exclusivo:Quer receber conteúdo exclusivo de saúde por e-mail por apenas 4,99 por mês? Então clique aqui e faça o seu pedido e lhe enviaremos todos os dias



Deixe o seu comentário

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi