Sou Enfermagem

Importância dos cuidados pós-operatórios

Importância dos cuidados pós-operatórios

O pós-operatório é o momento após uma cirurgia e que precisa de cuidados especiais. Vamos entender mais sobre o assunto?

O pós-operatório é o momento após uma cirurgia e que precisa de cuidados especiais até a total reabilitação do paciente. É um momento delicado, no qual o paciente precisa muito da ajuda dos enfermeiros. Por isso, é fundamental que o enfermeiro esteja pronto e atento para as necessidades de cada paciente.


Quais os cuidados básicos no pós-operatório?


O enfermeiro deve estar pronto para responder as dúvidas que o paciente e/ou familiares possam ter, bem como auxiliá-lo em suas necessidades básicas como na hora do banho, por exemplo. É de responsabilidade do enfermeiro a administração dos medicamentos prescritos, bem como o acompanhamento de qualquer reação distinta.

O enfermeiro precisa ficar atento à temperatura e a pressão arterial do paciente, tanto quanto a normalidade de outros sinais vitais. Além disso, deve cuidar do soro e de possíveis sondas ou drenos, assegurando o funcionamento correto dos mesmos.

O enfermeiro também deve ficar atento a estados de sonolência ou a reações adversas decorrentes da cirurgia, além de assegurar a segurança do paciente antes da retirada dos pontos.



Por que o pós-operatório é tão importante?

Após uma cirurgia, qualquer paciente fica mais vulnerável, com seu sistema imunológico mais baixo e propenso a outros problemas. Por isso, a atenção deve ser redobrada, para que haja uma recuperação completa e sem problemas subsequentes. Um pós-operatório cuidadoso evitará infecções ou complicações e por isso a figura do enfermeiro é fundamental ao lado do paciente.

Além disso, a presença dele tranquilizará o paciente e os familiares, deixando-os mais calmos em um momento delicado de uma cirurgia. O trabalho cuidadoso e carinhoso de um enfermeiro em um momento desses colabora para uma recuperação tranquila e saudável.

O enfermeiro deve estar atento à alimentação do paciente, cuidando para que este faça as refeições de forma correta e que retorne o mais breve para uma dieta normal.

Deve ficar atento também aos possíveis problemas como infecções urinárias ou dificuldades na hora de evacuar, bem como outros problemas físicos que possam vir em decorrência da cirurgia. Nesse sentido, o enfermeiro deve manter contato constante com o médico e alertá-lo de qualquer alteração.

O pós-operatório não pode ser um bicho de sete cabeças!
É de extrema importância que o enfermeiro esteja preparado para as adversidades dessa condição e pronto para ajudar o paciente e a família de forma satisfatória. Compreenda que o pós-operatório é um momento delicado, mas faça com que ele seja um momento mais tranquilo para o paciente e também dentro da sua atuação como profissional.

Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 10/06/2017

Gostou? Deixe seu comentário.

VOCÊ TAMBÉM PODE FAZER UMA PESQUISA