Sou Enfermagem

Teoria do Cuidado Transcultural

Teoria do Cuidado Transcultural

Como enfermeira, Madeleine Leininger reconheceu a falta de conhecimento cultural e de cuidado como um componente ausente na assistência de enfermagem e paciente. 

A partir de suas experiências, ela desenvolveu a enfermagem transcultural e a Teoria dos Cuidados Culturais para estudar e explicar os resultados da enfermagem transcultural.

A teoria de Leininger é focada em fornecer cuidados que estejam em harmonia com as crenças, práticas e valores culturais de um paciente. Na década de 1960, ela cunhou a frase “cuidado culturalmente congruente”, que é o objetivo principal da enfermagem transcultural. Alguns dos princípios básicos da enfermagem transcultural incluem uma compreensão do seguinte:

Diversidade e universalidade do cuidado cultural, que se refere às diferenças e semelhanças entre diferentes culturas.

Dimensões da estrutura cultural e social, que inclui fatores que incluem religião, estruturas sociais e economia que diferenciam as culturas.

Preservação ou manutenção do cuidado cultural, que se relaciona com atividades de cuidado de enfermagem que auxiliam culturas específicas a reterem os valores culturais centrais relacionados à saúde.




Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 02/08/2018

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi