Sou Enfermagem

Via de Administração Subcutânea

Via de Administração Subcutânea

A via subcutânea é a administração de medicamento no tecido subcutâneo. 

É utilizada para administração de insulina, anticoagulantes, algumas vacinas, adrenalina e hormônios.

Pode ser feita em várias regiões do corpo, em que haja camada substancial de tecido gorduroso. Os locais de preferência são: região dorsal, periumbilical e na face externa lateral do braço, próximo ao músculo deltoide.

Vantagens

Desvantagens
Absorção lenta e uniforme.
Pode causar lipodistrofia.
Efeito constante do medicamento.
Procedimento invasivo.
Fácil aplicação.
Requer treinamento do profissional e paciente.
Permite autoaplicação.

Administração de anticoagulante SC

            Material:

  • Bandeja para acondicionar o material e o medicamento.
  • Seringa previamente preparada com medicamento.
  • Algodão com álcool a 70%.
  • Luvas de procedimento.

               Técnica:

  • Higienizar as mãos.
  • Separar o material necessário.
  • Preparar a medicação seguindo a regra dos 5 Certos: medicamento certo, dose certa, paciente certo, via certa e hora certa.
  • Orientar o paciente sobre o procedimento a ser realizado.
  • Higienizar as mãos e calçar as luvas.
  • Posicionar o paciente, conforme local escolhido segundo rodízio, deixando-o confortável em DDH.
  • Realizar antissepsia ampla no local, com compressa embebida em álcool a 70%, com movimento único de cima para baixo.
  • Manter a compressa entre os dedos mínimo e anular da mão que vai expor a região delimitada.

Realizar prega cutânea de aproximadamente 2,5 cm com os dedos indicador e polegar.

  • Inserir a agulha com a mão dominante no ângulo de 90º para adultos e 45º para crianças, mantendo a prega cutânea durante toda a aplicação do medicamento.
  • Injetar lentamente o conteúdo da seringa.
  • Retirar a agulha realizando movimento único, rápido e firme.
  • Soltar a prega cutânea.
  • Fazer discreta compressão no local com compressa embebida em álcool, sem massageá-lo.
  • Reunir o material e deixar a unidade em ordem.
  • Descartar o material.
  • Retirar as luvas.
  • Higienizar as mãos.
  • Checar o procedimento em prescrição médica.
  • Observar continuamente alterações orgânicas que possam estar relacionadas ao medicamento administrado.

       Observações:

  • O anticoagulante já vem preparado pelo fabricante. Na seringa, há uma pequena bolha de gás que não deve ser retirada para a aplicação do medicamento.
  • É necessário realizar rodízio de locais ao aplicar injeções de medicamento na região abdominal.



Postado por: Sou Enfermagem | Publicado em: 05/07/2018

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi