Sou Enfermagem

Administração de Medicamentos Via Sonda Enteral


Autor: Sou Enfermagem | Publicado em: 03/08/2018

Administração de Medicamentos Via Sonda Enteral

A sonda enteral é um dispositivo destinado a suprir necessidades nutricionais do paciente impossibilitado de ser alimentado por via oral, ou quando o aporte nutricional total que o paciente pode receber por via oral é insuficiente.

I. INTRODUÇÃO

As sondas de alimentação constituem uma via alternativa para a administração de medicamentos em pacientes cuja situação clínica impede a utilização da via oral. É sabido que a utilização de medicamentos nesses pacientes requer cuidados especiais, tanto na seleção da forma farmacêutica quanto no preparo e na administração dos mesmos (HEYDRICH, 2006).

Segundo o Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos (ISMP). A sonda enteral é um dispositivo destinado a suprir necessidades nutricionais do paciente impossibilitado de ser alimentado por via oral, ou quando o aporte nutricional total que o paciente pode receber por via oral é insuficiente. Entretanto, na maioria das vezes, a sonda não é exclusiva para administração da nutrição enteral, sendo utilizada também para a administração de medicamentos (GIMENES; ANACLETO, 2015).

A alta incidência do uso de formas farmacêuticas sólidas prescritas para uso via sonda, as preocupações com a obstrução do cateter, as incompatibilidades entre nutrientes e fármacos e a diversidade de métodos de trabalho utilizados para diluição e administração dos medicamentos, sugerem a necessidade de um guia que oriente adequadamente os profissionais envolvidos na terapêutica medicamentosa por sondas gástricas e enterais.

II. OBJETIVOS

Esse guia tem a finalidade de orientar profissionais de enfermagem quanto a elegibilidade, à dispensação, ao preparo e à administração de medicamentos via sonda gástrica e enteral, considerando a compatibilidade do fármaco com trituração e com a dieta.

Esse guia é complementar e não substitui as recomendações e Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) de Enfermagem e da Equipe Multidisciplinar em Terapia Nutricional, consulte sempre se há atualizações.

III. RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA PREVENÇÃO DE ERROS NA TÉCNICA DE PREPARO E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS VIA GÁSTRICA/ENTERAL

? Verificar a disponibilidade e compatibilidade de forma farmacêutica líquida para administração via sonda enteral;

? Realizar avaliação das prescrições contendo medicamentos a serem administrados via sonda enteral, considerando a compatibilidade com a via e técnica de preparo, interações entre os medicamentos e a nutrição enteral e o potencial para ocasionar reações adversas gastrointestinais ou efeito sub-terapêutico;

? Verificar na dispensação se os medicamentos prescritos são compatíveis com a trituração e administração via sonda enteral;

? Verificar se os medicamentos prescritos e dispensados são compatíveis com a trituração e administração via sonda enteral;

? Observar a identificação dos medicamentos que não devem ser triturados.

? Higienizar as mãos antes e após o preparo e administração dos medicamentos, bem como os materiais necessários para o preparo (ex.: trituradores);

? Diluir o medicamento líquido em água para minimizar efeitos adversos no trato gastrointestinal;

? Triturar medicamentos sólidos separadamente até obter um pó fino e homogêneo;

? No caso de múltiplos medicamentos, triturá-los e solubilizá-los separadamente em água devido ao risco de incompatibilidade físico-química;

? Dois ou mais medicamentos prescritos para o mesmo horário devem ser preparados e administrados separadamente, sendo necessário lavar a sonda com 5 a 15 mL de água entre as administrações;

? Conferir o posicionamento correto da sonda antes de administrar os medicamentos;

? Antes de administrar o medicamento, interromper a dieta e lavar a sonda com 15 a 30mL de água. Lavar a sonda novamente após a administração do medicamento, considerando o balanço hídrico e a idade do paciente;

? Não adicionar medicamentos nas fórmulas enterais;

? Caso seja necessário interromper a nutrição enteral, esta deve ser reiniciada assim que possível, e a pausa alimentar deve ser registrada para que a Nutrição reajuste o aporte nutricional do paciente.

Medicamentos que podem ser administrados através da sonda enteral

 Você deve saber que nem todos os medicamentos podem ser administrados através da sonda, você precisa verificar se o medicamento é facilmente solúvel ou não, pois há medicamentos orais que demoram horas para serem diluídos.

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar tráfego. Ao usar o site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais. Entendi